quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Mudando de Área

Olá, pessoal!

Faz tempo que não posto nada aqui. Passei um tempão pensando em desistir do blog. Em desligá-lo mesmo. Depois que fiz um curso técnico de programação de jogos digitais, tentei me aventurar no mundo da programação. Ainda estou nos estudos. Como gostei muito desse tema: programação. Resolvi estudar programação não direcionada só para jogos. É fascinante esse mundo. Ainda estou no começo. Estudando Java e C#. Porém, mais focado no Java. Ainda não a domino. Eu ainda me considero muito fraco. Ainda encontro dificuldade em muitas situações. Às vezes me deparo com a vontade de desistir. Mas não desisto. Estou, no momento, desenvolvendo um aplicativo para smartphone Android. Estou usando o Android Studio. Já me deparei com cada coisa chata. Porém, sempre vou em busca de soluções. Não sou muito de fazer perguntas em foros. Sempre há alguém com as mesmas dúvidas que eu. E aí está a solução ou o caminho para ela.

Ainda continuo modelando no Blender. Ainda preciso aprender muito. Faço algumas modelagens pensando em programar jogos. Porém, por enquanto, meu foco está nos aplicativos (app).

Bem, pessoal! Eu fico por aqui. Vou deixar uma modelagem no Blender para vocês. Nada excepcional. Um grande abraço e fiquem sempre na Graça de Deus em Jesus Cristo!

Até a próxima postagem.

Ah! Espero só postar coisas de modelagem aqui!



quarta-feira, 25 de maio de 2016

Desenhando, estudando e trabalhando

Olá, pessoal!

Nem vou falar que não posto mais nada aqui no blog. Realmente, não estou com tempo. Porém, se alguém precisar ou tiver alguma dúvida, tentarei ajudar no que for possível.

No momento estou estudando para o ENEM, pensando fazer outro curso e meu primeiro curso de nível universitário. 

Aqui vou deixar um pouquinho de alguns traços que estou fazendo na minha mesa digital.

Um autorretrato.

Um grande abraço a todos. Fiquem sempre na Graça de nosso Bom Deus em Jesus Cristo e até a próxima postagem!


sexta-feira, 25 de março de 2016

Unity Editor de jogos nativo para Ubuntu 64 bits

Olá, pessoa! Há quanto tempo não posto nada aqui?!
Bem, vou tentar postar com mais frequência. 

Então, vamos lá!
Hoje em dia, mudei para o Linux de vez e estou tentando me adaptar a viver sem alguns programas que usava no Windows. Porém, é uma boa adaptação: sem vírus, sem pirataria, sem a facilidade de instalar programas. Enfim, tem que haver um certo grau de dificuldade para sairmos da mesmice. Até que é divertido usar o terminal. Porém, nem tudo é dificuldade no Linux. Há as instalações no estilo do "next, next, finish". Do mesmo tipo dos programas *.EXE que temos no Windows há também seu equivalente, o *.DEB. Fazendo as devidas correções ao que foi dito acima. O terminal é usado para se ter um certo controle do que se estar instalando e para aprender também. Claro que queremos facilidade e isso também existe no Linux. Nem todos querem usar o terminal. 

Como já falei num postagem anterior e, se não falei, falo agora! Estava fazendo um curso de técnico em programação de jogos digitais. Digo logo: não sou nenhum expert. Ainda estou nos estudos. Claro que facilitou minha vida. Porém, temos sempre que estudar. 

Quando eu usava o Windows, estava aprendendo a usar o Construct 2. Não há versões para Linux. Ao final do curso foi pedido pelo professor a criação de um pequeno jogo, só para pôr em prática o conhecimento aprendido e aprender outros. Nos instantes iniciais, comecei usando o Construct 2, e estava quase pronto, porém, inventei de usar o Unity 3D. Mudei de uma engine para outra. Claro que levei uma advertência do professor. Disse que eu não poderia sair de uma engine para outra. Coisas de empresa. Levava o trabalho como se fosse um trabalho real. Sim, eu concordei e sempre irei concordar. Minha mudança foi pelo fato de usando, o Unity, aprenderia o que era para aprender, isto é: a programação propriamente dita. No Construct, usamos um tipo de programação em blocos, que não, necessariamente, precisa-se conhecer programação. Porém, ajuda muito. Sim, conclui meu projeto no Unity.

Bem, como disse acima: ainda estou aprendendo.

Hoje, o pessoal da Unity, está apostando numa versão Unity 3D feita para Linux. E estou usando no meu Ubuntu 14.04 LTS. Estou usando uma versão que foi lançada no dia 18 de março deste ano(2016). Clicando em Unity Engine 3D você vai direto para lá. As últimas versões estão no final da página. 

Estou seguindo um pequeno tutorial de um youtuber chamado Patrick que tem um mini curso bem completo sobre criação de jogos com Unity 3D. Vale a pena conhecer. Ele também possui uma página no http://aprendaunity.com.br/.

É isso aí, pessoal! Espero que gostem dessa postagem. Quem usa o Linux Ubuntu tem mais essa oportunidade de usar o Unity engine para criação de jogos. Ainda está em desenvolvimento. Há versões para outras distros, mas de instalação é bem complicado. A instalação para Ubuntu é mais simples, pois você baixa um arquivo.deb. Nas outras distros é um arquivo *.sh. 

Aqui um vídeo do Unity Editor Engine 3D para Linux Ubuntu 64bits.

video
Fiquem na graça de Deus em nosso senhor Jesus Cristo e até a próxima postagem! 



terça-feira, 30 de junho de 2015

Voltando a escrever no Blog!

Olá, pessoal!

Bem, demorei bastante a escrever algo aqui no blog. Estava estudando. Seguindo para o lado diferente ao que faço aqui. Estava adentrando no caminho do ensino. Fazendo um curso superior de licenciatura em Letras/Inglês (no qual sou muito fã). Porém, havia sido contemplado com uma bolsa de estudos no curso técnico de Programação de Jogos Digitais pelo Sisutec. Resolvendo assim trancar meu curso de licenciatura em Letras.

Ainda... - digo: ainda bem que continuo a modelar em 3d, faço outras coisas que aprendi e ainda continuo a aprender com as aulas do curso de programação. Nesse momento que escrevo (ou digito este post) conclui meu curso de programação de 1 ano e 6 meses. Gostei muito do curso, fiz bons amigos também; amigos que durarão para a vida inteira!

Sim! Vocês devem está se perguntando "será que ele fez algum jogo"? Eu digo: Não! Porém, está na minha mente.

Fiz um joguinho para conclusão do curso, mas na minha concepção ficou um tanto tosco. Porém, valeu a pena fazer. Percebi que tenho que praticar mais (muito mais) os meus rabiscos. Ainda não me arrisquei a fazer um jogo 3d. Tentei criar um personagem 3d ,e animá-lo, para o jogo que iria entregar como conclusão de curso, mas deu "pau" lá no Blender.

Por isso tentei aprender a mexer com novos softwares de modelagem. O Houdini 3d é um deles. Mas prefiro o Blender mesmo. Um dos programas que tenho muita vontade de aprender a mexer é o Zbrush. Acho os trabalhos feitos com ele são muito bons.

Vou colocar um que estou fazendo no final dessa postagem.

Um grande abraço, pessoal! Fiquem na Graça de nosso Deus todo poderoso e em Jesus Cristo!

Até a próxima postagem!




segunda-feira, 31 de março de 2014

Sem tempo!

Olá, pessoal!

Eu sempre digito "faz tempo que não posto aqui"! Essa pequena frase tem sido as primeiras palavras que inicio uma postagem. Porém, realmente, e, pela primeira vez, estou sem tempo para postar. E já faz um bom tempo que não posto nada. Nem para responder aos comentários do pessoal. Mas hoje respondi a todos.

Ainda continuo modelando no Blender. Pouco, mas modelo. Modelo pouco, mas procuro melhorar no que faço.

No momento estou fazendo um curso técnico de programação em de jogo digitais. Juntar o útil ao agradável.

É isso aí, pessoal! Mas podem fazer seus comentários. Que respondo a todos como sempre. Posso demorar, mas repondo a todos.

Um grande abraço e fiquem sempre na Graça de Deus em Jesus Cristo.

Vou colocar algumas imagens de modelagens que estou fazendo no Blender.








sábado, 21 de dezembro de 2013

Até que enfim conclui o capacete do Homem de Ferro!



Olá, pessoal!

Não posto nada já há algum tempo no blog. Bem, estou fazendo algumas coisas e estou meio sem tempo de postar.

Fiz alguns vídeos tutoriais, mas, vou editá-los e postá-los em breve. Só colocarei o último em time lapse. Ele tem a conclusão da modelagem do capacete do Homem de Ferro. Um leitor do blog pediu tutorial e o fiz em meio a intervalos de estudos. Nos fins dos estudos ia relaxar modelando.

Logo logo, ponho eles aqui no blog ou lá no meu canal do Youtube. Valeu, pessoal!
Acho que antes do Natal ou da virada do ano ponho os tutoriais aqui.

Um grande abraço a todos. Fiquem sempre na Graça de Deus em Jesus Cristo.  Até a próxima postagem.















quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Mais uma resenha sobre modelagem de carros com o Blender 3D



Olá, pessoal!

Tenho modelado muito no Blender, não como queria. Tenho me dedicado mais ao Blender. Deixando um pouco de lado o Sketchup. Tenho muitas modelagens inacabadas. Já tenho uns quatro carros para terminar. Mas estou notando o progresso. Eu sinto que minha modelagem está um pouco melhor.

Como disse uma vez aqui no blog: O que dificulta o processo de modelagem (no caso da modelagem por blueprints) é a edição das vistas em um editor de imagens. E isso foi comprovado por mim na edição de uma imagem de referência no Gimp.

Tentei ser bem preciso!  Cortar as imagens bem rente as bordas. Ah! Modelei também partes do carro, como as rodas, usando uma imagem diferente da que estava como referência. E também essas mesmas imagens serviram como texturas. Estou fazendo algumas experiências. Estava jogando, certa vez, BattleField 3, e olhando aqueles tanques de guerra e, também, todo o cenário do jogo. Aproximei meu jogador dos muros de uma edificação e era a textura que dava a sensação de relevo tanto nas paredes quanto no chão e também nas escadarias.

Tive a ideia de colocar a textura real do carro que estou modelando. Ficou bom. Mas é trabalhoso. É a primeira vez que faço isso. Acho que é mais justo em superfícies que necessitem de certos efeitos do tipo enferrujado, envelhecimento e muitas outras. É bom também para jogos. Sem falar que ajuda bastante na valorização do trabalho.

Já deixo separado duas modelagens para esse fim. Guardo uma para a modelagem normal e outra para experiência. Assim não perco nada.

Já que tenho quatro carros para concluir, pensei em usá-los em um jogo. Isso tudo só como pretexto para estudar a game engine do Blender. E para começar tem uma excelente aula sobre a Game Engine do Blender no EAD Allan Brito. Lá você irá conhecer as ferramentas do Blender para criação jogos, mas não entra na linguagem de programação. É bom porque para quem não conhece nada de programação (igual a mim) pode estudar sem medo. Para criar jogos sem saber programação no Blender, usa-se os chamados blocos lógicos. Mas para quem quer um jogo mais aprimorado será necessário o estudo de programação. Porém, já de início, pelo menos, irá começar a entender todas as ferramentas para criação de jogos com Blender e criar seu próprio jogo.

O curso do EAD Allan Brito chama-se Curso sobre Produção de Jogos com Blender.
 Vale a pena conferir. Eu estou lá para aprender.

Um grande abraço a todos. Fiquem sempre na graça de Deus em Jesus Cristo e até a próxima postagem.